top of page

(ARTE MÉDICA) A LEPRA EM PINTURAS DE BRUEGEL – O VELHO

Updated: Oct 26, 2022



A lepra, hanseníase ou mal de Hansen é uma doença tropical historicamente conhecida e estigmatizada. Existem referências à lepra em textos bíblicos, murais, pinturas, poemas e outras expressões artísticas certamente refletem a forte presença no cotidiano durante a vida humana desde a antiguidade.


Bruegel, um autor do renascimento que tendia a misturar conceitos da dualidade presentes no humanismo com o onírico simbólico, usava das suas pinturas de forma a registrar eventos importantes do cotidiano holandês na idade média.


Dessa maneira, ao retratar a lepra como um símbolo da degeneração física e mental do indivíduo, associada à extrema pobreza, e, além disso, de uma forma aparentemente pejorativa de enfatizar os deficientes físicos e mentais, que estão francamente separados da sociedade que os cerca — aparentemente na tela "A Luta entre Carnaval e Quaresma". Além disso, elementos visuais como capas de rabo-de-raposa destacam os portadores de doenças, alertando para manter distância e evitar contato. A doença se manifesta como um contraponto à religião, ao prazer e até à virtude; a devastação social da marginalização ainda é visível.



---


Quero convidá-los a ler os textos produzidos sobre o assunto nos links abaixo:

9 views0 comments

Recent Posts

See All
bottom of page